Suzano terá capacitação de profissionais em pré-natal e saúde materno-infantil

Categorias

Iniciativa visa enfatizar importância do programa Rede Cegonha e é um dos desafios prioritários da Secretaria Municipal de Saúde em 2019

A Secretaria de Saúde de Suzano planeja, apoia e desenvolve diversos processos de educação permanente para trabalhadores e gestores do Sistema Único de Saúde (SUS). A partir deste mês, serão promovidas ações previstas no programa federal Rede Cegonha voltadas à saúde de mães e bebês e ao enfrentamento da mortalidade infantil na cidade.

A iniciativa faz parte dos desafios prioritários de 2019 estabelecidos pela pasta e integra os processos de formação e capacitação construídos em consonância com as diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente do Ministério da Saúde com o objetivo de fortalecer e qualificar a atenção ao pré-natal, ao parto e ao puerpério.

“Os médicos pré-natalistas terão encontros sistematizados para a discussão de casos sobre manejo de risco habitual gestacional, incluindo a ampliação dos dispositivos de comunicação entre os profissionais da atenção básica e os especialistas”, explicou o secretário de Saúde de Suzano, Luis Claudio Guillaumon.

Além disso, ainda neste mês, nos dias 25 e 26 (terça e quarta-feira) ocorrerá a Oficina de Investigação de Óbito Infantil, Materno e Fetal para médicos e enfermeiros de toda a rede municipal em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde. Os objetivos são atualizar e fortalecer os trabalhos relacionados às etapas de investigação de óbitos, conscientizar a respeito da relevância da iniciativa, contribuir com a redução da mortalidade infantil por meio da qualificação do pré-natal na atenção básica e na atenção ao parto e ao puerpério e proteger a mãe e o bebê de agravos evitáveis.

Segundo Guillaumon, o planejamento da Gestão da Educação e do Conhecimento em Saúde e da Gestão da Qualidade, áreas responsáveis pelo desenvolvimento e apoio dos processos de formação e capacitação junto às áreas técnicas, é construído a partir da identificação dos problemas prioritários, para a elaboração de medidas que atendam às demandas para o enfrentamento dos principais desafios do Sistema Único de Saúde (SUS) em Suzano e para a garantia de oferta de ações e serviços integrais e de boa qualidade à população.

Psicólogos

Diante disso, outro desafio prioritário da pasta para este ano é relacionado à Rede de Atenção Psicossocial, em razão do ataque à Escola Estadual Professor Raul Brasil. Nele estão previstos processos contínuos de integração, qualificação e fortalecimento do cuidado e da promoção em Saúde Mental. Na última semana, a Secretaria de Estado de Saúde confirmou a contratação de 39 psicólogos, por tempo indeterminado, para atendimento da demanda nas unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e nos postos de saúde de Suzano. Uma intensa programação para acolhimento destes profissionais está programada para o início do mês de julho.

Também estão previstas mais atividades no segundo semestre: oficinas “Boas Práticas em Equipamentos de Saúde” e “Gestão de Competências na Enfermagem”, ciclos de formação de agentes comunitários de saúde, atualização em saúde bucal, capacitação em atendimento pré-hospitalar e oficina de cessação tabágica, dentre outras.

Só neste ano, até o momento, já foram realizadas várias iniciativas junto ao quadro de servidores, envolvendo 630 profissionais em uma jornada de 80 horas. Entre os assuntos estão qualificação em teste rápido de HIV/sífilis, dispensação ambulatorial na atenção básica, manejo clínico dos casos de violência autoprovocada, dengue, saúde da mulher, sensibilização a respeito da importância da intensificação da vacina DTPa (Tríplice Bacteriana – Difteria, Tétano e Coqueluche) para gestantes e atualizações em saúde bucal para a Atenção Básica e a Atenção Especializada (Articulação Temporomandibular, Endodontia, Terapêutica Medicamentosa e Manifestações Bucais nas Infecções Sexualmente Transmissíveis).

Créditos das fotos: Mauricio Sordilli/Secop Suzano e Divulgação/Secop Suzano

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*