Saúde de Ferraz realiza mais de 273 mil procedimentos no 1º quadrimestre

Categorias

Desta vez apenas com um pequeno atraso, o secretário da Saúde de Ferraz de Vasconcelos, Aloísio Lopes Priuli prestou constas da aplicação de recursos no setor no primeiro quadrimestre deste ano nesta quinta-feira, dia 13, na Câmara Municipal, no centro. No último dia 30, a apresentação da gestão financeira no período fora cancelada por conta da ausência do titular da pasta que alegou problemas de saúde.

            De acordo com o órgão, nos primeiros quatro meses do corrente, a rede municipal de saúde produziu 273.938 procedimentos médicos. No mesmo período, o órgão aplicou de recursos próprios R$10,6 milhões e mais R$3,5 milhões transferidos pela União ao Fundo Municipal de Saúde (FMS) perfazendo um total de R$14,1 milhões.

Em geral, o setor empenhou R$30,7 milhões ou 43,39% e liquidou R$10,9 milhões, o que representa 15,39%, ou seja, um pouco a mais do limite mínimo constitucional de 15%. Em contrapartida, a Secretaria da Saúde estima que até o final do ano esse teto poderá chegar a cerca de 20% e, portanto, mais uma vez a cidade cumprirá o seu papel de aplicar mais de 15% da receita própria de impostos.

Na audiência pública, o secretário Aloísio Lopes anunciou que dentro de dois meses poderá estar concluído o chamamento público para a contratação de uma Organização Social de Saúde (OS) para gerir em parceria alguns setores da área como, por exemplo, o programa Estratégia de Saúde da Família (ESF). A entrada de uma OS no sistema é uma alternativa para enfrentar a falta de servidores em geral.

Crítico desse modelo, o presidente da Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Casa, vereador Renato Ramos de Souza (Cidadania) disse que o colegiado vai acompanhar de perto o desenrolar da futura parceria. Coordenador dos trabalhos da audiência pública, ele agradeceu a presença do secretário, de funcionários e da comunidade.

Por Pedro Ferreira, em 13/06/2019.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*