Agentes da ROMO realizam prisão de traficante e apreensão de drogas em Calmon

Secretaria de Segurança Urbana aponta investimentos da Municipalidade na área da segurança como base para o aumento das ocorrências da GCM

Agentes da Ronda Ostensiva de Moto (ROMO) da Guarda Civil Municipal de Poá (GCM) realizaram a apreensão de cerca de 80 invólucros contendo material entorpecente, na última sexta-feira (17/06), no bairro de Calmon Viana, além da prisão em flagrante de um homem por tráfico de drogas.

Segundo o comandante da Guarda Municipal, Alexandre Guarnieri, a equipe da ROMO estava em patrulhamento preventivo pelo referido bairro, quando avistaram um indivíduo em atitude suspeita, pela Praça Aurélio Fuga. “Durante a abordagem, um dos suspeitos conseguiu se desvencilhar e saiu correndo em direção à avenida Duque de Caxias, onde tentou se esconder dentro de um bar, porém, foi capturado logo em seguida. Dentro de uma sacola escondida na blusa do suspeito foram encontradas 23 porções de maconha, 31 de cocaína e 22 de crack, além de R$ 20 em espécie”, destacou.

Para a secretária de Segurança Urbana, Marlene Sant’Anna, as ações de combate ao tráfico de entorpecentes no município tem se fortalecido com o apoio irrestrito que a prefeita Marcia Bin tem dado à Guarda Municipal. “Desde o início de 2021, a prefeita tem investido na GCM e, consequentemente, na segurança pública. Por meio destes investimentos, o efetivo da Guarda foi aumentado em 78%, houve uma melhoria na estrutura da corporação com a montagem e operacionalização do CSI (Centro de Segurança Integrada), um prédio que foi entregue ‘oco’, sem nenhum equipamento, em 2020, além de novos veículos como, por exemplo, a Base Móvel Comunitária e a Patrulha Rural, este último conquistado junto ao governo estadual”, enfatizou.

Além dos investimentos citados pela secretária, o CSI também recebeu a central de monitoramento, após a administração municipal recuperar 50 câmeras de monitoramento que estavam desabilitadas e sem a devida manutenção. “O monitoramento é uma ferramenta de grande importância para a segurança pública, pois por meio dela podemos agir de forma preventiva e, também, durante o ato criminoso mantendo contato direto com os agentes e a Polícia Militar, orientando-os sobre direção, características, entre outras informações, como ocorreu no último dia 14 de junho, quando os agentes municipais frustraram um sequestro da chamada ‘Quadrilha do Pix’, libertando a vítima e prendendo um dos criminosos”, finalizou Marlene Sant’Anna.

FOTOS: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *