Prisão perpétua para políticos desonestos

Por Ramon Ruiz

Está mais do que na hora de os Deputados Federais e Senadores da República aprovar uma Emenda à Constituição Federal, instituindo a prisão perpétua para políticos corruptos e ladrões, esses mesmos que superfaturam produtos para a saúde; a merenda escolar e tantas obras públicas.
Tivemos uma atuação da chamada Operação Lava Jato, na Polícia Federal que levou para a cadeia um ex-presidente da República; um presidente da Câmara dos Deputados; Governadores; prefeitos e vereadores. Mas ao longo do tempo, a operação foi se esvaziando e cada vez menos tirarem de circulação esses maus homens públicos.
Em pela operação policial, com investigações em andamento, políticos vagabundos continuaram nos seus esquemas e ainda recentemente, levou para a cadeia o Secretário de Saúde do Rio de Janeiro, tendo sido encontrado sete milhões de reais dentro do colchão.
Mas o grande entrave no andamento e liberdade de ação da Operação Lava Jato, é o Supremo Tribunal Federal que não tem feito outra coisa senão se envolver em análise de ações penais, quando se sabe que sua missão e análise constitucional, o que causa surpresa na sociedade.
Portanto, se houver uma Lei rígida, capaz de acabar com a ação criminosa de políticos de todas as esferas, o crime pode não acabar, mas que será reduzido ao máximo, isso não tenho dúvida.
Agora, cabe ao eleitor responsável, consciente, escolher quem não é ladrão e corrupto e os que se acercam desses meliantes, para chegar ao poder. Afinal, o eleitor é que paga seus impostos e cada centavo roubado dos cofres públicos, é menos dinheiro para a saúde, a educação, a segurança pública e a assistência social.
Assim, o eleitor é o grande responsável. Alguém lhe oferece uma cesta básica à troca de voto. Receba a cesta básica e vote em outro candidato. Você eleitor, se alimenta do corrupto, mas tenta acabar com a corrupção. A sociedade precisa de Prefeitos e Vereadores comprometidos com a seriedade e honestidade. (Ramon Ruiz é Jornalista Profissional, foi Vereador em Poá por 28 anos, é Advogado e Procurador do Estado aposentado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *