Inglês na infância é diferencial para futuro profissional

Categories

Especialista destaca importância do aprendizado bilíngue nos primeiros anos de vida para reverter quadro de proficiência baixo no país

Dominar o inglês tornou-se requisito essencial para quem busca grandes oportunidades no mercado de trabalho. No entanto, encontrar profissionais que atendam esses requisitos ainda é um desafio para as empresas.  No ranking anual divulgado pela EF English Proficieny Index, que avalia a proficiência da língua inglesa em 88 países, o Brasil ocupa somente a 53º posição em 2018, com índice considerado baixo.

Para reverter esse quadro, algumas instituições de ensino passaram a ofertar o aprendizado bilíngue já nos primeiros anos de vida e de forma contínua. De acordo com a professora Marcela Antunes, coordenadora do Global Program na Escola SEB Dom Bosco, aprender o inglês em paralelo ao português é um facilitador na formação intelectual do aluno. “Quanto mais cedo a criança ter o contato com o inglês, maior será a capacidade dela de compreensão da língua e consequentemente da fluência no idioma na sua formação”, afirma.

Contudo, a especialista ressalta que para o aprendizado seja efetivo é necessário respeitar os níveis de formação escolar. “É um processo composto por etapas. Na infância, o indicado é trabalhar de forma lúdica com jogos, músicas, espaço criativos e atividades recreativas que auxiliem no processo de alfabetização de ler, falar e escrever”.

Neste sentido, a Escola SEB Dom Bosco lançou em 2012 o Global Program. A iniciativa é focada na formação de um cidadão global, trabalhando o ensino bilíngue de acordo com os diferentes níveis escolares. No ensino médio, por exemplo, a escola promove feiras de estudos e carreiras com representantes de universidades estrangeiras para promover o intercâmbio de informações em países que são referência no aprendizado bilíngue.

Além dos eventos, a escola também conta o programa High School. O projeto dedicado aos alunos do ensino médio é iniciado já no 9º ano do Ensino Fundamental 2 e oferece uma plataforma completa estruturada com acesso ao material, tarefas e exames do ensino médio americano. As aulas são realizadas no contraturno escolar dos alunos, ou seja, pela manhã são estudadas disciplinas do currículo brasileiro, enquanto no período da tarde as aulas são do currículo americano.

“Com o High School o aluno conclui o ensino médio com dupla certificação (diploma americano e brasileiro), facilitando as oportunidades em universidades americanas e ao redor do mundo, bem como os requisitos do mercado global”, afirma Marcela.


1 Comment

  1. Amei a matéria sobre inglês nas escolas para crianças . Acredito que por meio da educação podemos ter um melhor país .

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*