Alívio na inflação mostrado pelo IPCA-15 abre espaço para corte na taxa básica de juros, avalia ACSP

Categorias

“O arrefecimento da inflação, apontado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) de junho, é uma notícia alentadora para a economia brasileira, pois abre espaço para cortar a taxa básica de juros e, consequentemente, permitir o aquecimento da atividade econômica”, comenta Emílio Alfieri, economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a respeito do indicador divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Ele explica que o enfraquecimento inflacionário denota que a economia, que vinha reagindo lentamente, parou de se recuperar e está estagnada. “E a solução para isso é baixar a taxa básica de juros. Em sua ata, o Banco Central sugere que está preparado para cortar a Selic desde que a reforma da Previdência avance – o que nos parece que está acontecendo. Assim, o Congresso precisa aprovar a medida o quanto antes, para equacionar o déficit público e controlar os gastos do governo daqui para a frente”. 

O economista da ACSP acrescenta que o resultado é um alívio para o bolso do consumidor, uma vez que a desaceleração mostrada pelo IPCA-15 foi puxada por alimentos e combustíveis (por refluxo do câmbio). 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*