60 anos do E. C. Vila Júlia

Categorias

Sem nenhuma festa foi comemorado ontem, 5 de maio, o aniversário de 60 anos do Esporte Clube Vila Júlia; quase a mesma idade do Município de Poá que também comemorou aniversário de 70 anos no dia 26 de março passado.
É uma longa história a trajetória desse clube que lutou e vem lutando para manter vivo todo esse trabalho em prol do esporte poaense. Este clube já teve seus tempos áureos onde participou do cenário de grandes disputas esportivas que marcaram épocas. No gramado do Vila Júlia foram tantos troféus e medalhas conquistados para seus atletas de várzea que fizeram do esporte um meio de diversão. Lógico que muitos seguiram carreiras e triunfaram em outras agremiações mundo afora.

Muitos tiveram e ainda têm méritos neste trabalho incansável e quase que totalmente voluntário em favor do esporte municipal. Seus diretores sempre fizeram trabalhos voltados ao social, tanto é que, ao longo desta bonita trajetória, fizeram a inclusão de muitas crianças, independentemente de classes sociais.
Quem conhece o Esporte Clube Vila Júlia sabe da luta constante que seus dirigentes sofrem para a manutenção da sua praça esportiva. Entra prefeito e sai prefeito e a promessa continua. Já era tempo deste clube vitorioso por si só ter sido transformado em um estádio de futebol e de outras práticas esportivas para a comunidade do bairro e adjacências. Falta vontade política dos administradores poaenses. Antes das eleições todos tiram proveitos da entidade e depois, além de ajudar, dificultam o seu progresso.


Sabemos que por lá passaram muitos defensores, dirigentes, atletas e abnegados. Todos em prol de se tornar o clube num grande celeiro esportivo de Poá e da região. Há de se reconhecer entre eles, os nomes do Gerson de Souza Pinto (Cochinha); Silvio César Carvalho dos Santos; Ramiro Pereira; Claudio de Souza, Adalberto Quintino de Souza; Álvaro Valério de Souza; Alexandre Carvalho dos Santos junior; Antonio Jesus Carvalho dos Santos e do Gilberto Silvio Carvalho dos Santos (Petróleo), atual diretor do clube. Este último, atual diretor, não mede esforços para dotar o Vila Júlia de infraestrutura para o desporto poaense. Petróleo sempre está à disposição para reivindicar tudo que consiste na melhoria para a prática de esportes no bairro onde mora. Neste sentido, é incansável para cobrar das autoridades competentes. Muitas vezes é postergado por elas. Mesmo assim, não desanima, pois sabe que um dia entrará um gestor que fará a diferença para os clubes de bairros da cidade, que são os grandes responsáveis para a inclusão social.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*