Cuidado com candidatos inelegíveis em Poá

Jonas de Mello

Pelos meios sociais já começaram a surgir alguns nomes como candidatos a Prefeito de Poá. Mas numa análise de um desses nomes, verificamos que o, ou a, pretendente a lançar sua candidatura está inelegível, pois houve condenação por Ato de Improbidade Administrativa perante o Juízo de Direito da 2ª. Vara Cível e sentença confirmada pela Câmara Especial do Tribunal de Justiça.
É a Lei da Ficha Suja, que impede essas candidaturas. Só para citar como exemplo: O Senhor Luís Inácio Lula da Silva, não pode disputar nenhuma eleição, pois foi condenado na Justiça Federal de Curitiba e a sentença foi confirmada no Tribunal Regional Federal do Rio Grande do Sul.
A 1ª. Instancia, por um Juiz e na 2ª. Instancia por um Colegiado. É o mesmo que aconteceu com uma candidatura a Prefeito ou Prefeita da cidade, que está inelegível e com seus direitos políticos suspensos por um período de 8 anos.
Tivemos recentemente aqui mesmo em Poá um candidato considerado ficha suja que conseguiu burlar a Justiça e conseguiu uma Ordem Liminar, em que foi autorizado a disputar o pleito. Não se elegeu, porque os votos que recebeu nem foram contados, pois estava inelegível por conta da Ficha Suja.
O eleitor precisa estar preparado, pois votar em quem tem ficha suja é jogar o voto no lixo. Procure um candidato honesto, decente que nada deva a Justiça e deposite nele o voto consciente. (Jonas de Mello é Jornalista Profissional e Analista Politico)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*