Economista dá 6 dicas de como poupar dinheiro nas compras de Páscoa

Comprar a distância também pode ser uma boa opção

No próximo dia 12 de abril acontece a Páscoa, um dos feriados mais importantes no Brasil para o comércio. É nesse período em que as vendas, principalmente de chocolates, cresce no país.

Para poder comprar em grande quantidade e pagar pouco, é preciso estudar preços e locais. Segundo o professor de economia e coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter, Daniel Weigert Cavagnari, os altos valores, principalmente dos ovos de Páscoa, não têm explicação há alguns anos. ‘‘Há muito tempo eu não percebo nenhum preço justo nos preços dos chocolates e, principalmente, em ovos de Páscoa, que chegam a custar dez vezes mais apenas pelo formato. Nem mesmo a demanda e oferta conseguem explicar a estratégia, dada a quantidade de ovos que sobram e são vendidos mais tarde pelo seu real preço’’, diz o especialista.

Para saber como analisar, o professor recomenda:

1 – O consumidor precisa ficar atento à preferência das crianças. Se a criança gosta mais do chocolate do que da forma de ovo, opte por produtos mais comuns, como barras de chocolate e bombons.

2 – Também é necessário que o consumidor se atente para as marcas não tão famosas, com chocolate de qualidade, mas preço mais baixo.

3 – É muito importante buscar o chocolate diretamente no atacado ou no distribuidor.

4 – Vale também comprar barras brutas de chocolate e produzir em casa.

5 – Se adiantar nas compras também pode gerar economia no bolso da família. A melhor época para fazer esse tipo de compra é bem antes da Páscoa, logo que surgem as primeiras ofertas. Se pesquisar a compra pela internet em lojas virtuais, por exemplo, os preços são bem mais atraentes.

6 – Nos dias atuais, a melhor opção é comprar a distância e depois do dia oficial.

Sobre o Grupo Uninter


O Grupo Uninter está entre os maiores players do segmento educacional, e é a única instituição de ensino a distância do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, o centro universitário conquistou o conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo MEC.  O resultado aliado à nota máxima de seu programa de educação a distância (EAD), consolida a Uninter como a melhor instituição EAD no Brasil, à frente dos outros cinco maiores grupos educacionais que atuam na modalidade.   

Sediado em Curitiba (PR), já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 250 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém cinco campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse  uninter.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*